Buscar

Fique por dentro da fabricação até a montagem das estruturas metálicas


As estruturas de aço são constituídas por um grupo de peças, que, quando unidas, formam um conjunto que dá sustentação à construção. O ponto de partida para o desenvolvimento das estruturas são os projetos, fundamentais para a fabricação e a montagem das peças. Em geral, os projetos são divididos em quatro níveis: básico, estrutural, projeto de fabricação e diagrama de montagem.

O projeto de fabricação, baseado nos projetos básico e estrutural, é criado para dotar a fábrica de todas as informações para o desenvolvimento da estrutura. Além disso, antes de iniciar a fabricação, o fornecedor deve providenciar a matéria-prima e os insumos conforme a lista de materiais. Estando todos os suprimentos à disposição, o fabricante dá início aos seus trabalhos.

Basicamente, a fabricação será a transformação dos materiais em peças por meio das operações básicas: corte, dobra, furação, soldagem, entre outros. Em geral, os processos são automatizados, realizados em máquinas com CNC (Computer Numerical Contrai), o que garante geometria e acabamento perfeitos. Em seguida, há o tratamento anticorrosivo, que visa a interpor uma barreira entre o meio externo e o aço, a fim de retardar o processo de corrosão. Os principais tipos de tratamento são a galvanização e a pintura.

O próximo passo é escolher a modalidade de transporte até o canteiro de obras. Se forem caminhões, por exemplo, as peças deverão possuir dimensões e pesos compatíveis com a capacidade dos veículos utilizados. Na descarga, é importante que as peças sejam conferidas e armazenadas próximo ao local de execução, respeitando a sequência de montagem. Isto é, as primeiras peças a serem içadas devem estar mais acessíveis.

Mas é possível também que as peças metálicas sejam içadas do caminhão diretamente para a execução na estrutura, sem a necessidade de armazenamento. Em geral, canteiros de obra com estrutura metálica têm por característica alta produtividade e áreas reduzidas para o armazenamento das peças, uma vez que não há necessidade de produzi-las in loco.

Antes de iniciar a montagem, é imprescindível verificar as fundações, o alinhamento, nivelamento, esquadro, prumo e, principalmente, o plano de rigging - detalhamento da movimentação vertical das peças desde o local de armazenagem até o posicionamento final na estrutura. As etapas precisam ser devidamente planejadas para garantir a segurança dos operários e o sucesso da construção.

Cadeia de produção da estrutura em aço:

  • Elaboração do projeto básico;

  • Projeto estrutural;

  • Projeto de fabricação (detalhamento);

  • Aquisição de matéria-prima e insumos;

  • Fabricação;

  • Limpeza e proteção;

  • Transporte;

  • Montagem.

Referências

Manual "Transporte e Montagem" de Mauro Ottoboni Pinho - publicado pelo CBCA;

Manual "Execução de Estruturas de Aço - Práticas recomendadas" - publicado pela ABCEM em parceria com o CBCA e a ABECE.

http://www.cbca-acobrasil.org.br/site/noticias-detalhes.php?cod=7150


68 visualizações

© 2016 - 2020 Procomet Sistemas Metálicos.